Movimento

Objetivos

Restaurar a Identidade do paulista, fazendo com que saiba suas peculiaridades que o formam, sua cultura, identificação, tenha o sentimento de grupo, que o distingue em meio a outros grupos culturais. Reconstruir sua auto-estima, a fim de que volte a defender seu estado. Tendo restaurado seu sentimento de identidade, saberá se defender sem medo, e não admitir os desrespeitos a São Paulo, não mais submisso em sua terra.

Conscientizar sobre as agressões ao nosso estado, como: subtração tributária para outras regiões, exploração de serviços estaduais, desprezo a sua cultura, insultos à sua História pelos que usufruem de seu progresso, invasões e violações a seu meio ambiente, discriminações de tratamento, inferioridade de direitos políticos. Popularizar a consciência de que estas são manifestações de Racismo, preconceito, ofensas e violência praticados contra o Povo Paulista, e assim deve ser referido.

Combater a Censura, na qual – não obstante as agressões acima – ao se expressar, o paulista é chamado de criminoso.  Recebem nossos impostos e censuram a quem espoliam. Conscientizá-lo de que nós que somos as vítimas ultrajadas nesse país. E que censurá-lo, são violações e crimes do Estado brasileiro contra o povo paulista. Defender o direito ao respeito à Cultura paulista.

Criar o sentimento de grupo, de modo que os paulistas se indignem e se manifestem quando um paulista é atacado ou perseguido pelos órgãos de censura brasileiros, a fim de que não estejam mais vulneráveis por se expressar

Denunciar o Brasil a órgãos internacionais por racismo, censura, ataques a Manifestação do Pensamento, intimidações e repressões à expressão.

Ter como foco ouvir o paulista. Ele é quem não tem voz, e deve ser principal em nosso estado. Nosso estado não pode tratar melhor e ouvir mais o de fora do que a seus próprios filhos. A cultura que deve ser respeitada em São Paulo é a paulista.

Valorizar o 9 de julho, nossa data magna, e todos os símbolos paulistas.

Difundir a Independência do Estado de São Paulo como um novo país, a fim de que possa dirigir sua própria vida, sem estar submisso às ordens de outros povos. Agregar a todos de mesmo ideal de independência, oferecer plataforma para viabilizar a comunicação. Que o separatismo se torne um tema falado abertamente, sem recriminações. Buscar com que se torne amplo e clamor popular; baseado no conceito de Autodeterminação dos Povos; não somente por motivos econômicos e tributários, e sim primeiramente por cultura e identidade.

 

Anúncios