Grupos anti-São Paulo

IDENTIDADE é o sentimento de saber suas próprias características, a fim de que se saiba a pessoa que se é, sua personalidade, que o tornam único ou peculiar. Uma pessoa sem identidade não sabe o que gosta, nem para onde ir, o que buscar, não sente orgulho de si mesma, auto-estima e amor próprio.
Da mesma forma um povo tem uma identidade, algo de que se orgulha de ser, seus episódios históricos, formação, saber o que o identifica como um grupo peculiar, e assim defender os interesses deste grupo.

Em 32 o povo paulista se uniu contra o fato de São Paulo estar sendo vilipendiado, pela autonomia perdida ao se impor um pernambucano no governo. Pois sabia sua identidade, sentia-se, e afirmava-se paulista.

O maior ato que o Brasil faz contra os paulistas é tentar diluir o sentimento de pertencer a um grupo, para que não se defenda das imposições e subtrações.
Ou seja, se alguém diz: “eu sou paulista”, a imposição brasileira lhe diz: “quem é o paulista?”. Busca confundir, dizendo que não há um grupo com peculiaridades, que isto não é delimitado, que “São Paulo é um caldeirão de culturas, de gentes de outros lugares”. Bem, neste caso o brasileiro também não existe, pois é um mero depósito de imigrantes. Na verdade, são os ingressantes quem devem se moldar ao núcleo cultural existente.
grupelhos

 

Estes grupelhos fajutos descaracterizam ainda mais a identidade do paulista, pra que ele – o paulista de fato – nem saiba quem é. Servem como meros difusores dos discursos brasileiros, conferindo às queixas paulistas sobre os desrespeitos sofridos, os mesmos apelidos dados pelo Brasil. Estes grupelhos usam a Causa para se promover. São desagregadores, atacam paulistas, expulsam, difamam. Fingem exaltar São Paulo com prédios e viadutos, mas atacam os Bandeirantes, criminalizam os que defendem nossa cultura, e defendem o racismo contra paulistas.
Obviamente existem sim gente de outras origens que defendem São Paulo. Mas não se pode basear o discurso pela exceção. Infinitamente mais comum como regra são os que vêem São Paulo como colônia de exploração, não respeitam sua cultura e seu povo. Ora, vamos encarar todos estes como “paulistas por morar em São Paulo”? Muitos dizem amar, mas ao haver um conflito de interesses, defenderá o seu próprio. Ao se bajular o de fora, fere-se o de dentro; para ser simpático e politicamente correto.

Estes grupelhos possuem discurso idêntico ao brasileiro, com relação ao paulista que prega o direito a defender sua cultura. “Racista”, “prega a expulsão”, “quer matar”. Por aí já se pode ver sua índole, que não passam de grupos sem escrúpulos e de alma idêntica e puramente brasileira.

Enquanto estes inimigos de São Paulo buscam bajular brasileiros dizendo “todos são paulistas” (inclusive confundindo ainda mais o sentimento de identidade), veja se existe reciprocidade destes brasileiros com relação ao paulista e sua História. Ao contrario só tentam diminuí-la. Qual o resultado? A descaracterização e prostração que nós vivemos, com relação a defesa de nosso estado.
Quem quiser que se adapte, se submeta à nossa cultura. Ao invés de, como muitos, pretender vir ditar sobre ela. É hora do paulista ter auto-estima, preocupar-se menos em parecer simpático ao de fora, e ter mais respeito por si mesmo.

O paulista sabe muito bem e identifica quem é, e quem nao é de um grupo cultural.
Vá em Pernambuco, no Acre, em Santa Catarina ver se basta você morar e usufruir, para que o considerem um pernambucano, acreano, catarinense, na cultura. Portanto estes grupelhos que fingem exaltar São Paulo atuam contra nós. Vendem e prostituem São Paulo.

Aquele que criminaliza o paulista por se expressar contra o desrespeito sofrido… endossa o desrespeito por quem pratica. Logo, é um racista contra paulistas.
Estes grupelhos não passam de gangs racistas contra paulistas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s