Bem vindo ao Movimento São Paulo para os Paulistas.
“Os paulistas primeiro”

 

O Separatismo – quebrando tabus

Quando se fala em separar-se de um país, é desprezível a consulta à Constituição do próprio país objeto do rompimento. Isto é óbvio. Separar-se de um país, evidentemente, é separar-se de sua Constituição e todos seus elementos. Nada mais estúpido que dizer: “o país que você quer se separar, não permite que você se separe”. Ou, de modo sinônimo: “a Constituição não permite”. É um paradoxo. Se são vontades opostas, e o desejo do fim da submissão, pela igualdade. A formação dos Estados antecede a confecção de sua Constituição. Tratando-se da formação de um novo Estado, não existe realidade palpável em se alegar que a Constituição do próprio país em jogo, proíbe o rompimento consigo própria.

Nenhum povo deve estar submetido a outro contra sua vontade. União baseia-se em vontade mútua.

São Paulo disponibiliza seus recursos e serviços a brasileiros; e caso se manifeste, é chamado de criminoso. Para que fazer parte deste país?

=====================

Você sabia?…
Que precisam mais de 3 paulistas para valer o mesmo que 2 brasileiros na Câmara dos Deputados? Que com 20% da população, São Paulo possui 3% no Senado? Que 90% dos tributos federais pagos pelos paulistas são enviados para os outros estados? Que o povo paulista paga mais de R$40bi por ano em tributos somente para a região Nordeste? Que a Constituição brasileira determina subtrações, imposições, e discriminação contra o povo paulista? Todo este Racismo tem que cessar imediatamente.

=====================

Adquira já:

adesivo

Anúncios